AV. ALTEMAR DUTRA (AV. A), 208 - NOVA CAMPINAS - ÁREA 1 - TELEFONE: 3193-1485 - ATENDIMENTO COM HORA MARCADA - DIREÇÃO: DRA. SANDRA BORGES E DR. LEONARDO MARTINS...CONTATO PELO E-MAIL sandraborges63@ig.com.br

CONFIRA

CONFIRA

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Pediatras lançam guia para promover atividade física a criança e adolescente | Agência Brasil - Últimas notícias do Brasil e do mundo

Atividade física

Crianças e adolescentes de 0 a 19 anos devem praticar atividade física diariamente e passar o menor tempo possível em frente a telas de tablets, computadores ou televisão. A recomendação está no guia lançado hoje (27) pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), com orientações inéditas para promover a atividade física desde a infância e combater a obesidade e outros problemas de saúde decorrentes do sedentarismo.


O objetivo do guia é facilitar a orientação dos pediatras, profissionais de saúde, educadores, pais e professores de educação física no encaminhamento das crianças e adolescents para o exercício físico diário e alertar sobre os riscos da inatividade.
O guia lembra que a Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente garantem às crianças e jovens o direito ao lazer, esportes e diversão, assim como o acesso à saúde. E destaca que o Brasil firmou em março deste ano, junto a Organização das Nações Unidas, o compromisso de combater a obesidade infantil.
“A obesidade na infância e na adolescência é um problema mundial que acarreta custos elevados aos sistemas de saúde. Jovens obesos apresentam maiores probabilidades de desenvolverem fatores de risco que podem causar doenças como diabetes, hipertensão, depressão, alterações ortopédicas e articulares, por exemplo”, disse Luciana Rodrigues Silva, presidente da SBP.
Segundo a agência das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), mais da metade da população brasileira está com sobrepeso. Entre as crianças menores de cinco anos, estima-se que 7,3% delas estão acima do peso.
Mais brincadeiras, mais saúde
O manual da SBP foi elaborado com base no alerta de estudos e protocolos internacionais e pela primeira vez traz informações sistematizadas sobre diferentes tipos de atividades mais adequadas para cada faixa etária entre 0 e 19 anos, considerando as etapas de crescimento e desenvolvimento físico e cognitivo.
“Os pediatras vão ter tabelas bem indicativas, em que você acessa ali a faixa de zero a dois anos, de três a cinco anos, depois de seis a 19. Então, ele tem na mão o que pode indicar e como ele vai indicar. Isso facilita muito durante a consulta no serviço publico e no serviço privado de saúde”. explicou Ricardo Barros, pediatra e coordenador do grupo de trabalho que elaborou o guia.
De acordo com o documento, é recomendável que as crianças e adolescentes sejam fisicamente ativos todos os dias e que devem praticar atividades prazerosas e lúdicas.
“A criança gosta do lúdico, ela vai ter habilidade entre 5 e 7 anos, nessa idade você coloca numa escolinha, pode ser de natação, judô, o que achar mais interessante, mas tem que ter uma boa orientação e a criança tem que gostar, não adianta levar a criança chorando”, recomenda o pediatra.
Os bebês, por exemplo, devem ser estimulados a se movimentarem várias vezes ao dia, seja engatinhando, buscando objetos ou movendo os membros do corpo, sob supervisão e estímulo dos pais. E até os dois anos de idades não devem ser expostos a tablets ou outro tipo de telas eletrônicas, como celulares e televisão.
As crianças de três a cinco anos, podem se exercitar por 180 minutos ao longo do dia, andando de bicicleta, com brincadeiras de perseguir ou jogos com bola, por exemplo. A partir dessa faixa etária, as crianças também podem começar a nadar, fazer dança, praticar lutas ou esportes coletivos, de maneira gradativa.
Entre seis e 19 anos de idade, as crianças e adolescentes podem se exercitar por pelo menos uma hora por dia com atividades mais intensas, como correr, nadar, pedalar, saltar ou com brincadeiras que trabalhem com o peso corporal e acelerem mais a respiração e o batimento cardíaco. Atividades que estimulem a flexibilidade e o desenvolvimento de músculos e ossos, como a musculação, podem ser feitas pelo menos três vezes na semana com acompanhamento profissional.
Se for necessário, os pediatras encaminharão as crianças para avaliação cardiológica antes da prática da atividade física. Eles alertam ainda que o tempo de exposição às telas não deve ultrapassar duas horas diárias para não prejudicar o tempo de exercício das crianças.
Segundo a última Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar, feita pelo Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE), 65,5% dos estudantes do 9º ano do ensino fundamental não realizavam 300 minutos de atividades físicas na semana, e a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que essa frequencia chegue a pelo menos 420 minutos.
“Infelizmente, as telas ocuparam o lugar da atividade física, então a criança de qualquer nível social, de qualquer idade, já entra no consultório teclando um iphone, ipad, uma maquininha. Nós temos que acabar com isso, que é, digamos assim, o virus mais nocivo contra a atividade física. Quando você está numa tela, você tem o isolamento social, você não está brincando, jogando, não tem nenhum tipo de convivência com outras crianças”, alerta Barros.
Exemplo
A iniciativa visa ainda promover hábitos saudáveis inclusive no meio médico. Para sensibilizar os profissionais e alertá-los de que eles também precisam se exercitar, o lançamento do guia ocorre no Dia Nacional do Pediatra, celebrado hoje (27).
“Primeiro, o pediatra também  deve fazer algum tipo de atividade física para ser um exemplo e passar melhor as informações sobre tempo de exercício, hidratação e nutrição. E, segundo, para eles indicarem a hora certa para a criança se exercitar. A ideia é estimular o pediatra a dar uma informação mais adequada e depois isso ser replicado pela família.”, explicou Barros.
No guia, os pediatras tambem são orientados a conversar com os pais sobre a pandemia da obesidade e estimulá-los a educar seus filhos a terem um modo de vida mais ativo, com hábitos alimentares mais saudáveis.
Para as escolas, as principais orientações são no sentido de desenvolver ações pedagógicas que incluam mais participação dos alunos nas aulas de educação física. O guia também propõe a formulação de políticas públicas de promoção da atividade física na infância e adolescência.
As recomendações serão distribuídas para quase 30 mil pediatras de todo o país, que disseminarão as informações para pais, educadores físicos e a comunidade escolar. O guia pode ser acessado no site da SBP.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Campanha convoca população a fazer exames de hepatite C e diabetes



Paciente com hepatite C têm 4 vezes mais risco de desenvolver diabetes. Entenda as doenças e seus riscos
Apesar da hepatite C ser uma doença comum, muitos brasileiros não sabem que têm a doença. Só no Brasil cerca de dois milhões de pessoas são portadoras do vírus, porém, menos de 15% delas são diagnosticadas, de acordo com a SBH (Sociedade ...
Mundo reduziu quase pela metade as mortes por aids desde 2005, diz ONU
Um novo relatório do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) revela uma queda de quase 50% no número de mortes pela doença desde 2005, quando 1,9 milhão de pessoas perderam a vida por causa da epidemia em todo o ...

Novo vírus transmitido pelo borrachudo preocupa especialistas
Pesquisadores do Departamento de Biologia Celular, da FMRP-USP, diagnosticaram 128 casos de pessoas infectadas em Manaus. (IStock/Getty Images). Em breve, um novo vírus, que causa febre aguda e, em alguns casos, meningite e meningocefalite, ...

Campanha convoca população a fazer exames de hepatite C e diabetes
As sociedades brasileiras de Diabetes (SBD), Hepatologia (SBH) e Infectologia (SBI) lançaram hoje (20) a campanha nacional de conscientização Na ponta do dedo – faça o exame, por trás da Diabetes tipo 2 pode estar a Hepatite C. O objetivo é estimular ...

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Governo anuncia ampliação de programa de atendimento odontológico no SUS | Agência Brasil - Últimas notícias do Brasil e do mundo

O governo federal anunciou hoje (20) o investimento de R$ 344,3 milhões para ampliar o atendimento em saúde bucal no Sistema Único de Saúde (SUS).
Os recursos serão usados para credenciar 34 unidades odontológicas móveis que atendem pacientes em regiões de difícil acesso e adquirir 10 mil cadeiras odontológicas e equipamentos com raio-X para os postos de saúde.
As medidas incluem ainda a contratação de 2.299 equipes especializadas em saúde bucal. Parte dos recursos para a compra de equipamentos serão repassados do Fundo Nacional de Saúde e as unidades móveis serão instaladas por meio de financiamento feito pelo Ministério da Saúde.
A medida foi anunciada hoje (20) pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, ao lado do presidente Michel Temer, em cerimônia no Palácio do Planalto. Barros afirmou que este é um  investimento "grande e merecido", com o objetivo de renovar a "estrutura do atendimento em saúde bucal no país e reduzir a prevalência de cáries dentárias no país".
Segundo o Ministério da Saúde, a cobertura atual odontológica pelo SUS chega a 4933 municípios, representando 88% do país, e atende cerca de 104 milhões de brasileiros. A ampliação da estrutura a partir do novo investimento pode elevar o número de atendidos para 11 milhões.
No último ano, foram entregues 267 Unidades Odontológicas Móveis, das quais 112 estão em funcionamento. Com o acréscimo das 34 unidades, a expectativa do ministério é que o atendimento possa chegar a mais de 116 mil pacientes na área rual, em comunidades quilombolas, indígenas, assentadas e a população em situação de rua ou que vive em áreas isoladas.

terça-feira, 18 de julho de 2017

Anvisa aprova registro de novo medicamento para diabetes

Mãe faz campanha para arrecadar R$ 2,5 mi para salvar filho com doença rara: “O meu sonho é ele me abraçar forte”

O pequeno Arthur não completou três anos ainda, mas sabe bem o que é lutar para se manter vivo. Diagnosticado com AME (Atrofia Muscular Espinhal) tipo 2, ele já perdeu os movimentos das pernas, dos braços e do pescoço. Desesperada, a mãe do ...
A partir desta segunda-feira (17/7) e até sexta-feira, o Hemorio, unidade da Secretaria de Saúde, oferece a vacina contra a febre amarela a todos os candidatos à doação de sangue que passarem pela triagem clínica. Serão disponibilizadas 200 doses por ...
Médica encontra 27 lentes de contato perdidas em olho de paciente
O periódico científico 'British Medical Journal' relatou o caso e chamou a atenção para a importância do monitoramento médico aos usuários de lentes. Facebook · Twitter. Por G1. 17/07/2017 15h26 Atualizado há 11 horas. Lentes foram encontradas em ...
Anvisa aprova registro de novo medicamento para diabetes
Produto será fornecido com uma caneta aplicadora e é composto por duas moléculas na mesma formulação: insulina glargina e lixisenatida. Facebook · Twitter. Por G1. 17/07/2017 16h06 Atualizado há 11 horas. Testes de glicemia ajudam no controle na ...
Pesquisa da Fiocruz alerta para efeitos do vírus da zika na saúde ocular de bebês
Uma pesquisa da Fiocruz apontou que bebês nascidos de mães infectadas pelo vírus da zika durante a gravidez podem ter lesões oculares graves. Os danos podem ocorrer mesmo que os bebês não apresentem sequelas, como a microcefalia. A autora do ...
As práticas médicas do Egito Antigo que são usadas até hoje
A separação entre a ciência e a religião demorou muito, mas isso não impediu que essa civilização descobrisse, há 3 mil anos, maneiras de lidar com doenças parecidas com a nossa. BBC BRASIL.com. 17 jul 2017. 19h15. atualizado às 19h46. separator ...
Masturbação pode ser um remédio para os homens
Pesquisadores da conceituada Universidade de Harvard, localizada no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelaram que uma grande arma contra o #Câncer de próstata, comum em milhões de homens por todo o mundo, é se masturbar pelo ...
Diagnóstico Cidadão: pacientes podem dar opinião sobre serviços de saúde
O Ceará passa a contar com sistema informatizado para coleta de opinião de usuários sobre atendimento e estrutura do serviço público de saúde. Inaugurado nesta segunda-feira (17), no Hospital Infantil Albert Sabin, o Programa Diagnóstico Cidadão ...

Casos de câncer de cabeça e pescoço crescem 30% este ano
No mês escolhido pela Federação Internacional das Sociedades Oncológicas de Cabeça e Pescoço como referência na prevenção desse tipo de câncer, chamado de Julho Verde, um levantamento feito pelo Hospital São Vicente de Paulo mostra que o ...

Corrimento é o principal sintoma da gonorreia
Mais de 70 milhões de pessoas no mundo estão contaminadas pela gonorreia. A bactéria é transmitida durante a relação sexual e está mais resistente aos antibióticos. Até a dor de garganta pode estar entre os sintomas, mas existem outros sinais mais ..
Médico japonês que clinicou até os 105 anos morre deixando legados
O médico Shigeaki Hinohara partiu com 105 anos, deixando para o Japão a medicina preventiva e humanizada, além de outros legados. Busca no Portal. Notícias Recentes. Médico japonês que clinicou até os 105 anos morre deixando… Visto para yonsei: ...